Piscinas públicas para desporto e lazer estão encerradas

Desde o dia 4 de maio é possível praticar desportos individuais ao ar livre. No entanto sem recurso a piscinas. Desde o dia 2 de maio, a  Direção Geral de Saúde (DGS) autorizou o uso dos chuveiros nos ginásios e em espaços de prática de exercício físico. O uso dos balneários é então permitido com medidas de segurança :

  • Mantém-se o distanciamento físico de pelo menos dois metros
  • Mantém-se a redução do número de utilizadores

A utilização de piscinas (cobertas e ao ar livre), termas, ginásios, spas, massagens para desporto ou lazer continua suspensa. No entanto, como é referido no jornal Dinheiro Vivo, quanto às piscinas de “turismo rural que funcionarem com turnos/horas por quarto de utilização da piscina, podem ser locais com maior facilidade de lidar com os tempos atuais ». 

Por exemplo, a Federação Portuguesa de Natação (FPN) refere em comunicado associar-se à iniciativa “Não Deixes Portugal Afogar”, liderada pelos técnicos de natação que exercem funções nos diversos clubes espalhados pelo país. A FPN explica que  “as piscinas são o espaços desportivos mais seguros relativamente à higienização.”

Se utilizar piscinas privadas deve assegurar-se que não deixa de cumprir as medidas da DGS.

 

Zoo Marine aberto com selo Clean & Safe e medidas de segurança

O Zoo Marine no Algarve está aberto desde o dia 10 de junho, tendo adotado “novas e reforçadas medidas de saúde, higiene e segurança de acordo com as diretrizes da Direção Geral de Saúde e as recomendações das autoridades governamentais”. Entre estas medidas, considera-se:

  • A redução da capacidade do parque;
  • A marcação obrigatória do dia da vista;
  • O uso de máscara obrigatório;
  • O distanciamento social;
  • Sugere-se a opção por pagamentos sem dinheiro.

Para mais informações sobre as medidas de segurança clique aqui

Fontes: Dinheiro Vivo, Federação Portuguesa de Natação, Zoo Marine e Observador

Atualizado a 12.06.2020